terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Sério véi, como que eles escutam de tão longe assim? Devem fazer um curso de aguçar a audição com os X-men. Não tem lógica!



Você passa a vida inteira dentro de salas de aula, ouvindo professores insuportáveis lhe ensinando cálculos idiotas, processos químicos inúteis e coisas que nunca irá usar na vida. Quem diria que os nossos verdadeiros professores, as criaturas mais sábias com as quais podemos contar, teriam quatro patas e sequer saberiam falar? E que são tão inteligentes a ponto de conhecer o significado de valores que não encontramos no dicionário, e nem em qualquer outro lugar?

01. Cães conhecem o verdadeiro significado de lealdade. Tudo bem, muitas pessoas também o conhecem. O problema é que não o colocam em prática. Quantos exemplos de lealdade provenientes de seres humanos você já viu por aí? Provavelmente pouquíssimos. Normalmente, casais apaixonados que juram amor eterno (e raramente o cumprem), ou filhos que prometem cuidar dos pais até a morte. Um caso em um milhão. Raramente cumprimos aquilo que prometemos. Mas os cães… Ah, os cães. Eles cumprem, viu. E olha que nem sequer prometem nada. Eles apenas fazem. Preferem morrer a ver o dono ser morto. Você faria isso por alguém? Alguém o faria por você? Eles fariam. Pense nisso.

02. Cães conhecem o verdadeiro significado de sinceridade. Eles não falam, não fazem caretas, não escrevem, não mandam SMS, não usam MSN, e mesmo assim conseguem transmitir aquilo que pensam com uma eficiência muito maior que a nossa. E o motivo é muito simples: eles não sentem medo do que irão pensar a respeito de suas atitudes. Eles amam e pedem amor em troca. Simples assim. Se estão com fome, dão um jeitinho de dizer isso. Se querem colo, fazem aquela carinha irresistível que não nos dá margem para dizer “não”. Se estão com sono, bocejam e debruçam-se sobre o tapete da sala no meio da novela, e não ligam para mais nada. Se não vão com a cara de alguém, ignoram, passam reto. Não estão preocupados com o julgamento alheio. Só querem ser felizes, e principalmente, nos fazer felizes.

03. Cães sabem o verdadeiro significado de prioridade. Cada um deles tem a sua própria: seu dono. Por mais que sintam amor por outras pessoas com as quais convivem, o cão sabe muito bem quem é o seu verdadeiro melhor amigo. Aquele que cuidou dele e lhe deu carinho desde o primeiro suspiro. Seu dono é sua prioridade absoluta. Se precisar morrer por ele, o cão o fará, não tenha dúvidas. Seres humanos deveriam aprender com isso. Deveriam saber quem é realmente importante nesse mundo, e por quem vale a pena chorar e sofrer (não morrer, muitos de nós somos egoístas demais para isso).

04. Cães sabem o verdadeiro significado de amizade. Não é a toa que um velho ditado diz que os cães são os melhores amigos do homem. Por muito tempo, eu acreditei que esse ditado se referia à toda a classe animal, e que queria dizer que dentre todos os animais que existem, o cão é aquele que melhor se relaciona com o homem. Eu estava errado. O ditado é literal. “Cães são os melhores amigos do homem”… Isso significa que dentre todos os amigos que alguém pode ter - incluindo seus amigos humanos -, o cão é o mais fiel e mais leal que poderia haver. E são. Você tem um best friend? Se questione quais sacrifícios ele faria por você. Talvez passe aquela colinha na prova, correndo o risco do professor descobrir, ou lhe emprestar dinheiro para voltar para casa. O cão vai muito além disso.

05. Cães sabem o verdadeiro significado de intensidade. Eles são intensos. Correm, pulam, latem, rolam… vivem com felicidade, mesmo a vida não lhe dando motivos para isso. Só choram quando sentem dor física, e riem de tudo por dentro. Acordam cedo para latir no portão de casa, e dormem tarde porque ficaram vagando pela casa durante a madrugada. Comem a hora que querem, dormem a qualquer instante e não preocupam-se com dinheiro ou luxos. Todos poderiam ser assim.

06. Cães sabem o verdadeiro significado de perseverança. Jogue um osso ou uma bolinha para ele ir buscar. Quando ele retornar, jogue novamente. De novo. E de novo. Repita isso quantas vezes quiser. Seu cãozinho só irá parar quando todas as suas forças se esgotarem completamente. Depois se esconda dele em algum lugar. Se ele estiver procurando por você, o irá encontrar, não importa quanto tempo demore. Na vida profissional, podemos aprender com isso. Não importa quantos obstáculos a vida nos coloque: sempre podemos ultrapassá-los. Os cães sempre ultrapassam, e nós também podemos ultrapassar.

07. Cães sabem o verdadeiro significado de proteção. E nos protegem, mesmo que não percebamos. Se um ladrão invadir sua casa durante a madrugada, não duvide, ele irá reagir: irá latir, correr, morder e fazer tudo o que estiver a seu alcance para expulsar o invasor. Pode até levar um tiro, mas irá cumprir aquilo que seu coração mandar.

08. Cães sabem o verdadeiro significado de viver. Eles sabem a diferença entre viver e existir. Sabem que a vida é uma só, e que dela, não levamos nada. Desde o momento em que nascem, vivem. Dão os primeiros passos, como uma criança pequena quando aprende a andar, e daí não param mais. A cada dia aprendem uma nova lição e vão evoluindo constantemente. Crescem, e se tornam verdadeiros leões, que dão tudo de si para conseguir o que querem. E quando morrem, não sabem para onde vão ou o que irá acontecer depois, mas sabem que tudo o que fizeram valeu a pena.

09. Cães sabem o verdadeiro significado de felicidade. E mais do que isso, sabem da sua importância. É incrível, mas os cães são tão inocentes ao ponto de acreditar que viveremos eternamente, e mesmo assim, vivem como se não hovesse um “amanhã”. Isso é tão bobo, mas ao mesmo tempo, surreal. As pessoas deveriam agir dessa forma. Dinheiro, carros, celulares de última geração e presentes caros não trazem felicidade. O que realmente a traz é o nosso bom relacionamento com as pessoas, e a maneira como damos a elas o valor que merecem. E principalmente, conhecer o verdadeiro valor do… ops, acho que estou me antecipando.

10. Cães sabem o verdadeiro significado de amor. Ah, o amor. Esqueça tudo o que já viu em filmes melosos de romance, e as baboseiras da novela das oito - ou das nove, tanto faz. O amor vindo dos cães é diferente e singular. Ele irá latir pra você, babar em você, fazer xixi no tapete da sua sala, estragar suas meias quando você as deixar jogadas e não dirá “eu te amo” em momento algum. Mas quer saber? Ele irá lhe amar mais do que qualquer um nesse mundo. Não irá diferenciar se você é branco ou negro, católico ou evangélico, heterossexual ou homossexual, se você é um policial que defende as pessoas, ou um bandido que assalta bancos todos os dias. Ele não irá se importar se você o deixar sozinho durante todo o dia, pois quando chegar, será recebido com um calor incrivelmente único. Ele irá o amar incondicionalmente, e independente de tudo o que acontecer, isso nunca irá mudar. Em outras palavras, os cães são as únicas criaturas nesse mundo capazes de dar ao ser humano o que ele realmente precisa: amor verdadeiro. E não precisaram estudar vários anos, fazer uma faculdade ou um intercâmbio em outro país (como seus professores) para saberem que isso é mais importante que qualquer coisa no mundo. (Henrique Dias)



01. Funk não é música. Podem dizer o que for, reclamar que é preconceito ou discriminação. Para a maioria das pessoas, a música é uma combinação de sons e vozes agradáveis que lhe passam alguma mensagem ou o fazem refletir sobre algum assunto. Já no funk, o que encontramos é uma mistura frenética de barulhos insuportáveis, vozes fanhas e gemidos. A única mensagem que o funk nos passa é a de que devemos fazer sexo com qualquer pessoa e em qualquer lugar, sem nos preocuparmos com doenças ou filhos.

02. O funk é machista. ”Ela dá pra nóis, que nóis é patrão”; “Passa o p... na cara dela”, entre outras pérolas podem ser facilmente ouvidas em qualquer lugar. Qualquer mulher que se valorize o mínimo consideraria essas duas frases simplesmente ridículas. Mas muitas não só aceitam esse tipo de comportamento, como também o consideram normal. O funk trata as mulheres como um produto que se compra numa prateleira de supermercado, se usa e depois se joga fora. Mulheres que se valorizam deveriam sentir vergonha em dançar uma música desse tipo.

03. Os funkeiros não se enxergam. Com certeza você já pegou ônibus, trem ou metrô com algum funkeiro que ainda não descobriu a existência dos fones de ouvido. Eles acham que todos nós somos obrigados a passar vários minutos ouvindo lixo musical no último volume do auto-falante do celular, e se alguém reclamar, ainda acham que estão certos. E como se não bastasse o auto-falante do celular, agora estão usando mini-caixinhas de som para espalhar a sua “cultura” para os quatro cantos do mundo.

04. As letras são ridículas. A maioria com teor sexual, e frases sobre como os funkeiros vivem num suposto luxo - que bebem vodka, quando na verdade só encontram Dolly na geladeira, entre outros absurdos clássicos. As letras são curtas e repetitivas, e ficam na cabeça, por mais que não queiramos.

05. Funk é sinônimo de baixaria. Já viu um baile funk? Já viu as coisas que acontecem lá dentro? Várias garotas que entram nesses bailes saem de lá grávidas, e em quase todos os casos, não sabem sequer quem é o pai. Ou pior, saem de lá com doenças, ou viciadas em drogas. O funk é uma baixaria, e querendo ou não, as pessoas olham para os funkeiros de uma maneira diferente. Ninguém gosta de ficar perto de um funkeiro, e muito menos conversar com um. (Henrique Dias)

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011




Não Faz Sentido! - Cultura da BUNDA!




Deus, como eu amo esse Chad Lindberg *--*
Uns disseram que ele se foi,mas eu discordo, um bom musico como ele nunca irá partir, não enquanto estiver em nossas memórias e em nossos corações.


True Story!