quarta-feira, 15 de agosto de 2012

“Não é não. E não adianta você querer que ele vire um sim. Ah, eu gosto tanto dele, a gente tinha tudo para ser feliz, por que as coisas não saíram como eu planejei? Mulher tem a triste mania de fazer listinhas mentais. Daí quando algo foge do combinado (entre você e você mesma) vira o fim do mundo. Acontece que nem tudo depende da gente. E essa é a grande porcaria. (…) Você pode ter as mais diversas reações. Você pode chorar, espernear, tentar se matar. Nada disso adianta. Ele não quer nada com você. E não adianta você querer que ele queira algo com você.”
                                         - Clarissa Corrêa 
“Sempre fui de me doar. Ouvia, ajudava, consolava, me importava. E não foram poucas as vezes que, mesmo em segredo, eu deixava de pensar na minha vida pra ajudar os outros. Em segredo, explico, porque não acho que preciso de medalhas, prêmios ou troféus. Se eu faço, é de coração, sem esperar reconhecimento do outro. Mas, perdão, eu sou humana e sinto. O mínimo que a gente espera é gratidão. Aprendi que ela nem sempre aparece. Aprendi que às vezes as pessoas acham que o que a gente faz é pouco. Por tanto aprendizado, acabei descobrindo que é melhor eu cuidar mais da minha vida e menos da dos outros. Não quero morrer santa, quero morrer feliz. Então, a rebelião. Como assim? Onde ela está? Por que sumiu? Ai, meu Deus, como mudou. Não, eu continuo a mesma. Só que até o mesmo se transforma. E percebe que, guarde isso, ninguém vai andar ao seu lado. A gente aprende a caminhar sozinho, pode até ter o auxílio de alguma mão, um apoio, mas os passos são dados por você.No meio do caminho, entre acontecimentos, atalhos e força, você percebe que precisa abrir uma brecha para a fragilidade se instalar. E que chorar alivia a alma. Mais do que isso: abrindo a janela pra fragilidade é que você descobre o quanto de força ainda resta para seguir em frente.”
                                                   -Clarissa Corrêa
"Você sabe o que significa um balde de água fria? Eu sei. É mais ou menos quando a gente tem uma coisa bem quente no peito, nas mãos ou na cabeça. Um sonho, talvez. Muitos deles, quem sabe. E você dá Farinha Láctea Nestlé para todos eles, que vão crescendo fortes e sadios e, de repente, não mais que de repente, tudo muda. Aquilo que era quente recebe água gelada. Choque térmico. Em outras palavras, ou melhor, em outras metáforas: o amor (sempre ele) está saudável, com as vacinas em dia, tomando vitaminas e praticando exercícios físicos, ou seja, (em tese) nenhuma grave doença irá pegá-lo de surpresa, afinal, ele não bebe nem fuma, cuida a alimentação e ainda por cima se exercita. Pois um dia, atravessando a rua, o amor é atropelado por um caminhão gigante, que passou no sinal vermelho em alta velocidade, com raiva, ódio, feroz. O amor perde o equilíbrio, o controle, capota várias vezes, se machuca, bate a cabeça, desmaia. Transeuntes chamam ajuda. Ambulância, maca, oxigênio, respiração boca a boca. Uéin, uéin, uéin *barulho da ambulância*. Levam o amor direto para a UTI. E lá ele fica, inconsciente, imóvel, sem receber visitas, tomando morfina na veia: porque tem muita coisa que dói (demais)."
                                                -Clarissa Corrêa

"E o amor?, você me pergunta. O amor, ah, sei lá. O amor nem dá pra definir direito. Acho que é um desejo de abraçar forte o outro, com tudo o que ele traz: passado, sonhos, projetos, manias, defeitos, cheiros, gostos. Amor é querer pensar no que vem depois, ficar sonhando com essa coisa que a gente chama de futuro, vida a dois. Acho que amor é não saber direito o que ele é, mas sentir tudo o que ele traz. É você pensar em desistir e desistir de ter pensado em desistir ao olhar pra cara da pessoa, ao sentir a paz que só aquela presença traz. É nos melhores e piores momentos da sua vida pensar preciso-contar-isso-pra-ele. É não querer mais ninguém pra dividir as contas e somar os sonhos. É querer proteger o outro de qualquer mal. É ter vontade de dormir abraçado e acordar junto. É sentir que vale a pena, porque o amor não é só festa, ele também é enterro. Precisamos enterrar nosso orgulho, prepotência, ciúme, egoísmo, nossas falhas, desajustes, nosso descompasso. O amor não é sempre entendimento, mas a busca dele. Acho que o amor não é o caminho mais fácil, pois mais fácil seria dizer a-gente-não-se-entende-a-gente-não-combina-tchau-tchau. O amor é uma tentativa eterna. E se você topar entrar nessa saiba que o amor encontrou você. Seja gentil, convide-o para entrar."
                                                       -Clarissa Corrêa

"[...] Eu lembro, amor. De tudo, cada passo que a gente deu para as diversas direções que já fomos. Lembro das brigas também. Lembro de pensar que o amor é perfeito, que bobeira, o amor é pura imperfeição. Perfeitos só os casais do comercial da Becel (sem sal)... Lembro de já ter ficado triste por te deixar triste. Lembro de me sentir mal com isso. Lembro dos momentos em que a gente foi bobo e feliz. Lembro que sou feliz a maior parte do tempo, pelo simples fato de você existir em mim. Lembro de descobrir que um sentimento não serve para ser dito, como coisa que fica bem em filme ou texto, ele tem que ser vivido de forma plena. Lembro de não conseguir me permitir sentir tanta felicidade assim. Lembro da tua mão, que sempre acha a minha. Lembro dos teus dedos, que sempre me fazem carinho. Lembro da tua boca, que sempre me acalma. Lembro do teu rosto de menino, que me olha como se ainda fosse aquela primeira vez. Lembro de cada coisa que descubro, manias, gestos, pensamentos."

                                              -Clarissa Corrêa

"Quero tudo novo de novo. Quero não sentir medo. Quero me entregar mais, me jogar mais, amar mais. Viajar até cansar. Quero sair pelo mundo. Quero fins de semana de praia. Aproveitar os amigos e abraçá-los mais. Quero ver mais filmes, ler mais. Sair mais. Quero não me atrasar tanto, nem me preocupar tanto. Quero morar sozinha, quero ter momentos de paz. Sorrir mais, chorar menos e ajudar mais. Quero ser feliz, quero sossego. Quero me olhar mais. Tomar mais sol e mais banho de chuva. Preciso me concentrar mais, delirar mais. Não quero esperar mais. Quero fazer mais, suar mais, cantar mais e mais. Quero conhecer mais pessoas. Quero olhar para frente. Quero pedir menos desculpas, sentir menos culpa. Quero mais chão, pouco vão e mais bolinhas de sabão. Quero ousar mais. Experimentar mais. Quero menos ”mas”. Quero não sentir tanta saudade. Quero mais e tudo o mais. E o resto que venha se vier, ou tiver que vir, ou não venha."
Fernando Pessoa 
"Nos iludimos tanto com contos de fadas que nem percebemos que a história já começa no passado “Era uma vez”. Era. Acabou. Não é mais. Não quero uma história que acabe, só queria algo que realmente continuasse. Algo que dure, que seja, que permaneça. Mas que seja a nossa história. Cansei de procurar por príncipe e só me mandarem o bobo da corte, de procurar pelo personagem principal e me mandarem o coadjuvante, procurar por você e me mandarem o zé ninguém. Não tô afim de fazer apenas uma pontinha na minha própria história, tô afim de ser a estrela, a mocinha, aquela que vive feliz para sempre, sabe? E esquecer essa coisa de final feliz, não quero. Não quero um final feliz, eu quero ser feliz a história toda."

                                               -Thiara Macedo

segunda-feira, 13 de agosto de 2012


"Amizade é quando você encontra uma pessoa que olha na mesma direção que você, compartilha a vida contigo e te respeita como você é. Uma pessoa com a qual você não precisa ter segredos e que goste até dos seus defeitos. Basicamente, é aquela pessoa com quem você quer compartilhar os bons momentos e os maus, também."
Renato Russo.
"Todo mundo tem suas carências, todo mundo é humano, todo mundo sente! Uns sentem mais, outros menos, alguns quase nada, mas sentem! Podem adorar ser livre de noite na balada, no barzinho com os amigos, mas pelo menos antes de dormir ser livre pesa."
 Tati Bernardi
"Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções. Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros, quero parar de me doar e começar a receber."
Caio Fernando Abreu
"A maioria dos dias do ano é comum. Eles começam e terminam, sem nenhuma memória durável nesse tempo. A maioria dos dias não tem impacto no decorrer da vida."
500 Dias Com Ela
"Meu quarto. A melhor coisa que havia ali era a cama. Gostava de ficar deitado por horas, mesmo durante o dia, com as cobertas puxadas até o queixo. Era bom ficar ali, nada acontecia por ali, nenhuma pessoa, nada."
Bukowski, Misto Quente.
"Quero tudo novo de novo. Quero não sentir medo. Quero me entregar mais, me jogar mais, amar mais. Viajar até cansar. Quero sair pelo mundo. Quero fins de semana de praia. Aproveitar os amigos e abraçá-los mais. Quero ver mais filmes, ler mais. Sair mais. Quero não me atrasar tanto, nem me preocupar tanto. Quero morar sozinha, quero ter momentos de paz. Sorrir mais, chorar menos e ajudar mais. Quero ser feliz, quero sossego. Quero me olhar mais. Tomar mais sol e mais banho de chuva. Preciso me concentrar mais, delirar mais. Não quero esperar mais. Quero fazer mais, suar mais, cantar mais e mais. Quero conhecer mais pessoas. Quero olhar para frente. Quero pedir menos desculpas, sentir menos culpa. Quero mais chão, pouco vão e mais bolinhas de sabão. Quero ousar mais. Experimentar mais. Quero menos ”mas”. Quero não sentir tanta saudade. Quero mais e tudo o mais. E o resto que venha se vier, ou tiver que vir, ou não venha."
Fernando Pessoa 
"Afinal, de quantas maneiras um coração pode ser destroçado e ainda continuar batendo? Nos últimos dias, eu tinha passado por muitas experiências que poderiam ter acabado comigo, mas isso não me deixou mais forte. Ao contrário, eu me sentia horrivelmente frágil, como se uma única palavra pudesse me despedaçar."
Lua Nova, Bella Swan.
"Tenha paciência. Tudo aquilo que você deseja, se for verdadeiro, e o mais importante: se for para ser seu, acontecerá."
William Shakespeare.

"O plano dos dois era muito simples. Permanecer juntos pelo resto de suas vidas. Um plano que qualquer um em seu círculo de amigos concordaria que era realizável. Todos os consideravam excelentes amigos, amantes e almas gêmeas destinadas a ficarem juntas."
PS: Eu Te Amo.

"E a gente mente tanto dizendo que tá tudo bem, que tá tudo em paz, que passou, que não dói mais, que já virou lembrança distante. No fundo ainda dói de uma forma bagunçada, revirada, transtornada. Mas isso ninguém vai saber."
Clarissa Corrêa

"Milhares de pessoas nascem e morrem, milhares de relacionamentos começam e terminam, um objeto que quebra, a garrafa de café quase vazia, uma amizade de anos que já nao era a mesma… Tudo, do simples ao inabalável, tudo chega ao fim. E há milhares de finais acontecendo todo dia."
Tati Bernardi.

"Sou eu quem vai cuidar de você. Eu que vou te dar um beijo de boa noite e vou deitar do seu lado. Vou te fazer carinho até você cair no sono. Vou te observar dormindo, e logo em seguida, dormirei nos teus braços. Vou te acordar com vários beijos seguidos. E se quiser levantar, vou te prender na cama e te fazer cócegas. Vou fazer mais carinho, e pode ter certeza, que isso é o que não vai faltar. Vamos tomar café da manhã na cama mesmo. Pra que levantar? 
Vamos assistir tv. Filmes, séries, futebol… O que for. Não deixaria você prestar atenção. Te beijaria devagar e não pararia. Nos provocaríamos a manhã inteira. Ou o dia inteiro. 
Eu cuidaria de você. Iria te mimar. Eu vou sempre te amar. Eu te prometo."
Cabana dos Sonhos 

"Sou egoísta, gosto de ver televisão sozinha, sem ninguém falando junto. Sou chata, não gosto de dividir banheiro com ninguém. Sou espaçosa, bagunço as minhas coisas. Preciso da solidão pra ler, pra olhar para o teto, pra tirar ponta dupla do cabelo, pra fazer as unhas, pra pensar em tudo, pra fazer nada. Preciso da solidão pra ser eu mesma. Pra fazer alongamento, rir de mim, chorar comigo."
Clarissa Corrêa

"Eu quero você. Na verdade, eu amo você. Mas amar é querer, certo? Então eu quero você. Quero uma história de amor ao teu lado, quero brigas, reconciliações, abraços, beijos, mordidas, quero teu corpo coladinho no meu… Quero teu coração no meu, afinal, amor é isso; Dois corações pulsando como um."
Sepultar

"Não importa onde você parou ou em que momento da vida você cansou. Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças. E eu pergunto: sofreu muito nesse período? Foi a dor do aprendizado. Chorou muito? Foi a limpeza da alma. Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las. Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora."
Carlos Drummond de Andrade 

"Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga. E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás."
Caio Fernando Abreu.  

quinta-feira, 9 de agosto de 2012


"Sou mesmo assim: clichê. Gosto de falar de amor. Gosto de criar diálogos, imaginar momentos, sonhar um futuro à dois. Gosto de sentir borboletas no estômago. De sentir o coração fazendo aquele “tum tum tum” acelerado por estar perto de quem o faz bem. Gosto, gosto muito. Gosto de receber SMS de madrugada, uma ligação ou o que seja, lembrando o quanto sou importante, o quanto sou amada, o quanto faço falta, sabe? Gosto de andar de mãos dadas, com os dedos entrelaçados. De sair espalhando sorrisos para todos, por aí. Gosto de sorrisos. O dele — meu amor — então, gosto ainda mais. Gosto de abraços que apertam, sufocam, que unem dois seres em um só. Gosto de olhares que vêem além daquilo que pode — e precisa — ser visto. Gosto do cheiro, do gosto, do toque… Mais que falar de amor, gosto de sentir amor. Gosto de ser amor. E ter amor. Aliás, é tudo o que tenho: amor. E mais nada."
Plenitude.

“— Não estou dizendo que eu não me importava.
— Então o que tu tá dizendo?
— Que eu me importei até demais. Coloquei intensidade onde não tinha nada. Precisei tanto de você que achei que não ia passar nunca. Achei que eu me incomodaria por você não estar aqui por um longo tempo. Eu me importei muito, muito, muito… Mas passou. E agora você pode reclamar à vontade que eu não me importo. Porque agora você vai estar certo.”
— robin and stubb.  


“Um dia alguém vai se apaixonar pelo seu sorriso torto. Alguém vai precisar ouvir a sua voz antes de dormir e querer o seu bom dia para começar bem. Um dia alguém irá querer carregar as suas dores consigo e trazer um pouco de alívio. Esse alguém também irá aceitar as suas falhas, pedoar os seus maus entendidos e respeitar os seus silêncios mesmo que não entenda. Alguém com quem você poderá até ter… brigas exageradas, mas nunca irá embora. Alguém cuja a palma da mão, você terá decorado cada detalhe e cravado a marca dos seus dedos entrelaçados. Um alguém fará você chorar e vice-versa, porém, terá um abraço que acolherá todos os erros. Alguém que talvez te odeie um dia e ame no outro - ou no mesmo -, mas que invada diariamente o seu corpo de sensações únicas. Um alguém que te leva junto toda vez que parte, e te faz oscilar entre a vida e a morte em segundos de amor. Um alguém cuja alma te pertence desde sempre. Um dia um encontro marcará o que somente os olhos registrarão. Um dia, inesperadamente, alguém anula o resto do mundo para você. E você descobrirá, rapidamente, que esse alguém não poderia ser de mais ninguém, e nem você.”
— Desconhecido.
“Dizem que tudo na vida tem dois lados. Um bom e outro ruim. Depende nos olhos de quem está a pimenta. Mas se tem algo realmente ambiguo para uma única alma é um troço chamado saudade. Com ou sem primenta nos olhos. O dito popular é quem melhor traduz a dualidade de uma saudade quando diz que esta é a maior prova de que o amor valeu a pena. Então sentir a falta é bom. E ruim. Em todos os pontos de vista. Vai entender… Saudade é amar um passado que nos machuca no presente. É uma felicidade retardada. É deitar na rede e ficar lembrando das ardentes reconciliações depois de brigas homéricas por motivos desimportantes. Sente-se falta de detalhes, como uma toalha no chão, dias chuvosos, da cor dos olhos. A saudade só não mata porque tem o prazer da tortura. Saudade é o amor que não foi embora ainda, embora o amado já o tenha feito. Ter saudade é imaginar onde deve estar agora, se ainda gosta de vinho bordeaux, se chorou com a derrota do Grêmio no campeonato nacional, se tem tratado aquela amigdalite. E quando a saudade não cabe mais no peito, se materializa e transborda pelos olhos. Sentir saudade é ter a ausência sempre do seu lado. É mudar radicalmente a rotina, comer mais salada e menos sorvete, frequentar lugares esquisitos, ter dias mais compridos, ter tempo para os amigos, para o vizinho e para a iguana do vizinho. A saudade é a inconfortável expectativa de um reencontro. Às vezes a saudade é tão grande que nem é mais um sentimento. A gente é saudade. É viver para encontrar o olhar da pessoa em cada improvável esquina, confundir cabelos, bocas e perfumes, sorrir com os lábios tendo o coração sufocado. Porque mesmo a saudade sendo feita para doer, às vezes percebemos que ela é o meio mais eficaz de enxergar o quanto amamos alguém, no passado ou no presente. Por que a saudade é o muro de Berlim desmoronado no chão, capaz de agregar opostos, como a tristeza e a felicidade em uma coisa híbrida. Se você tem saudade é sinal que teve na vida momentos de alegria com ela ou ele! No fim das contas, a saudade que agora lhe maltrata nada mais é que uma dívida sendo paga em longas 36 prestações pelo amor usufruído. Agora aguenta.”

domingo, 5 de agosto de 2012


Conheço pessoas que não têm ciúme. E admiro, admiro mesmo. Já ouvi falar que ciúme é sinal de insegurança, que ciúme é imaturidade, que ciúme é bobagem. Já ouvi dizer que ciúme é prova de amor. Olha, eu não sei definir o que é o ciúme, só sei dizer que a gente fica meio cega, meio burra, meio surda e fala muita besteira. E depois se arrepende."
Clarissa Corrêa 

"Talvez eu até esteja errada, mas que se dane. Se uma pessoa não tem paciência nem pra conquistar minha confiança e afastar meus medos, o que eu posso esperar então? Sou quebra-cabeça de 500 mil peças, quem não tiver capacidade, tenta um jogo mais fácil. Eu supero e agradeço."
Tati Bernardi.

"Tem muita gente que pensa que ama. Não sou ninguém para julgar o amor dos outros, longe de mim. Mas o amor, o amor mesmo, o amor maduro, o amor bonito, o amor real, o amor sereno, o amor de verdade não é montanha-russa, não é perseguição, não é telefone desligado na cara, não é uma noite, não é espera. O amor é chegada. É encontro. É dia e noite. É dormir de conchinha. É acordar e fazer um carinho de bom dia. É ajuda, mãos dadas, conforto, apoio. E saco cheio, também. Porque de vez em quando o amor enche o saco. Tem rotina, tem manhã, tarde, noite, tem defeito, tem chatice, tem tempestade. Mas o céu sempre limpa. Porque o amor é puro como o azul do céu."
Clarissa Corrêa. 

"Amor não é quando você vê a pessoa como se ela fosse perfeita, e sim, quando você sabe que ela tem defeitos, também comete erros e ainda assim continua a amar e a desejá-la pro resto da sua vida independente de tudo."
Sibilar.

"Se apaixonar é uma tragédia, mas uma tragédia até que boa. Triste é quem não sabe o que é amor, borboletas no estômago, insônia e sensibilidade por uma música."
Thiara Macedo

"Cada um tinha um coração. E cada coração amava uma pessoa. O coração de fulano amava beltrano, mas o coração de beltrano amava sicrano. Ou seja, fulano sou eu, beltrano é você e sicrano tem muita sorte."
Caio Augusto Leite.

"Esses dias me perguntaram “Qual o tipo de amor que você mais gosta de receber? E eu respondi: “Amor próprio”. Não por egoísmo, mas sim pela certeza de que nunca vai me faltar."
Thiara Macedo 

"Mulher não desiste, se cansa. A gente tem essa coisa de ir até o fim, esgotar todas as possibilidades, pagar pra ver. A gente paga mesmo. Paga caro, com juros e até parcelado. Mas não tem preço sair de cabeça erguida, sem culpa, sem “E se” A gente completa o percurso e às vezes fica até andando em círculos, mas quando a gente muda de caminho, meu amigo, é fim de jogo pra você. Enquanto a gente enche o saco com ciúmes e saudade, para de reclamar e agradece a Deus!Porque no dia que a gente aceitar tranquilamente te dividir com o mundo, a gente não ficou mais compreensiva, a gente parou de se importar, já era. Quem ama, cuida! E a gente cuida até demais, mas dar sem receber é caridade, não carinho! E estamos numa relação, não numa sessão espírita. A gente entende e respeita seu jeito, desde que você supra pelo menos o mínimo das nossas necessidades, principalmente emocionais, porque carne tem em qualquer esquina. Vocês nem sempre sabem, mas além de peito e bunda, a gente tem sentimentos, quase sempre a flor da pele. Somos damas, somos dramas, acostumem-se. Mulher não é boneca inflável, só tem quem pode! Levar muitos corpos pra cama é fácil, quero ver aguentar o tranco de conquistar corpo e alma, até o final."
Tati Bernardi

"Mas eu amo você. Mesmo seco, grosso, ignorante e frio. Mas o importante é que eu amo. E mesmo que às vezes incompleto, saiba que eu estarei sempre aqui."

"[…] Prometo que você sempre será um pedaço de mim; O meu coração sempre será seu, e eu estarei com você mesmo que a luz no fim do túnel se apague, mesmo que o sol não nasça, mesmo que me custe a alma. Porque meu amor é verdadeiro, e é ao teu lado que eu me imagino vivendo, por todos os dias de minha vida."
Annd Yawk

"Quero me casar com você, porque é a primeira pessoa que quero ver ao acordar de manhã e a única que quero dar um beijo de boa noite. Porque a primeira vez que vi essas mãos, não pude imaginar não segurá-las. Mas principalmente, porque quando se ama alguém como eu te amo, casar é a única coisa a se fazer."
Três vezes amor.

"Eu, do fundo do meu coração, tenho um orgulho absurdo de ser quem eu sou. Não vou dizer que é fácil, e que nunca deu vontade de desistir, mas vale muito mais a pena continuar."
Tati Bernardi 
"Não sei definir bem como eu era, como eu sou, nem como eu quero ser. Porque talvez a minha única definição seja exatamente o indefinido."
                                                   João Pedro BuenoSabedorias. 

"Um dia me perguntaram: “O que você viu nele?”. Milhares de defeitos e qualidades se passaram pela minha cabeça, mas a única coisa que saiu da minha boca foi “Tudo que eu não vi em mais ninguém.” E eu juro, foi a melhor resposta do mundo."
Thiara Macedo 

"Não sou igual a ninguém. Nem diferente de todo mundo. Não sou perfeito. Nem tento ser. Às vezes quero ser diferente. Mas percebo que sou do jeito que sou."
Desconhecido  

"E quando ele me abraçou foi como se alguma parte do meu coração se preenchesse. Naquele momento, eu me senti inteira. Eu precisava de um abraço, um abraço apertado, um abraço que me livrasse das angústias que eu estava passando. E o abraço dele foi exatamente isso."
Desconhecido

"Sem desandar, sem humilhar ninguém, é assim que eu quero ser, sim, uma pessoa melhor. Não melhor do que ninguém, mas o melhor que eu puder ser."
Charlie Brown Jr.

"Besteira alguém te magoar e você colocar a culpa no amor. A culpa não é dele. A culpa é de quem não soube te amar; ou sua, por ter enxergado o que não existia."
Orquídeas. 

"-Você já amou alguém?
- Já sim.
- E como sabe?
- Porque amar é ser livre e deixar livre. É desejar ver a pessoa feliz independente de qualquer coisa. Sendo você o motivo da felicidade dela ou não."
Se eu pudesse  

"Aprendi que não importa o quanto certas coisas sejam importantes para mim, tem gente que não dá a mínima e eu jamais conseguirei convencê-las."
Charles Chaplin  

"Minha vontade agora é sumir. Chamar você. Me esconder. Ir até a sua casa e te beijar e dizer que te amo e que você é importante demais na minha vida… Sim, eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Se a vida acabasse hoje ou daqui mil anos, eu escolheria você…"
Caio F. Abreu 
"Você pode sim contar comigo pra qualquer coisa, vou te fazer rir quando você estiver mal ou ficar do seu lado enquanto o mundo te julgar, mas não me deixa na ”reserva”, como se você só fosse me usar quando ninguém mais estivesse contigo."
"Eu tenho muitos medos. Medo de amar, medo do amor, medo de ser esquecida, medo do abandono, medo de não ser o suficiente, medo de não conseguir ser o suficiente nunca. Tenho medo de não ser de um alguém algum dia, medo de ser sempre esse desastre de pessoa, medo de ser fria a ponto de afastar todos da minha vida, medo do adeus, medo da chegada, pois sempre que chegam vão embora. Medo de dizer adeus as coisas e pessoas que eu mais amor. Tenho medo, sou um saco pesado de medo, onde ninguém consegue carregar por muito tempo."

"O que eu realmente quero que você saiba é que não importa o tempo que passe, o que aconteça ou o que a vida nos ensine. Não interessa quem somos ou quem vamos nos tornar. O que vale é o que carregamos dentro de nós. E você, guarde isso na memória para todo o sempre, eu te carrego junto comigo todos os dias."
Clarissa Corrêa. 

"“Tu merece alguém que abra os olhos diariamente e pense: ‘cara, eu tô com ela, eu sou o namorado dela!’. Que goste da tua boca, do teu ombro, do teu cabelo bagunçado, do teu calcanhar, da tua cintura, das tuas mãos, do cheiro da tua pele, das sardas do teu rosto. E isso vai acontecer naturalmente ao você se dar conta de que tu é bonita, no âmago e na lata. Um dia serás o amor da vida de alguém, do jeitinho que tu é. Acorde hoje e repita: ‘eu sou bonita’.”"
Gabito Nunes. 
"Quando eu tinha 17 anos, li uma frase que era algo assim: “Se você viver cada dia como se fosse o último, um dia ele realmente será o último.” Aquilo me impressionou, e desde então, nos últimos 33 anos, eu olho para mim mesmo no espelho toda manhã e pergunto: “Se hoje fosse o meu último dia, eu gostaria de fazer o que farei hoje?” E se a resposta é “não” por muitos dias seguidos, sei que preciso mudar alguma coisa. Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo — expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar — caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante. Não há razão para não seguir o seu coração. Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder."
Steve Jobs